O amor traduzido em imagens

Quem gosta de fotografia certamente irá gostar deste ensaio fotográfico feito pelo fotográfo argentino  Alejandro Kirchuk.
Com apenas 24 anos, Alejandro traduziu em imagens a batalha de seus avós maternos contra o Alzheimer diagnosticado na avó Mónica.
A série de fotos revela as mudanças no comportamento da avó, Mónica, e o amor do marido, Marcos, que deixou tudo para trás para acompanhar sua amada até a morte.

“Os protagonistas (desta série) são meus avós. Mas principalmente ele e seu amor por ela”, disse Kirchuk à BBC Brasil.









Mónica morreu aos 87 anos de idade e Marcos, que é médico aposentado, tem 89 anos. A história de amor do casal durou 65 anos.
A obra foi chamada de “La noche que me quieras” e ganhou o primeiro lugar do concurso World Press Photo 2011 na categoria “Vida cotidiana”. Segundo o fotógrafo, o título é uma referência ao verso que a avó cantava mesmo quando a doença já estava em estágio avançado, do tango El día que me quieras, famoso na voz de Carlos Gardel.
Acredito eu, que imagens assim falam por si só, dispensando qualquer tipo de legenda e/ou explicação, e é com este post sobre o Amor que eu inauguro as postagens diárias de 2012, todo dia um assunto diferente do seu interesse. Sejam sempre bem-vindos.
Mariane Caron